Expansão da Consciência - Mirtzi

Blog

Contato

Posted by expandindo-a-consciencia on May 26, 2009 at 9:47 PM

Durante sua história, o homem vem procurando manter contato com outras formas de vida, além da órbita terrestre. Para este fim, tem enviado mensagens sonorizadas, tanto originadas da Terra, quanto através de inúmeros satélites artificiais que percorrem o espaço. Têm sido utilizados símbolos, figuras e diversos sinais em ondas hertzianas na tentativa de manter contato com outras civilizações não só nos limites do sistema solar, quanto o mais longínquo espaço que estes sinais puderem alcançar.

Atualmente contamos com um sistema internacional de receptores que captam sinais naturais e artificiais, medidos em Hertz. Os sinais artificiais que têm chegado à Terra, indicam existência de vida inteligente fora deste planeta, embora as autoridades governamentais tentem negar tal fato.

Os meios de escuta que vários países dispõem atualmente, vêm sendo modernizados de tal maneira que é possível captar emissão de sinais provenientes de pontos cada vez mais distantes da Terra, sendo a distância atual equivalente a mil anos-luz.

Há resultados de inúmeras pesquisas, que podem ser lidas em diversos livros e sites sobre astronomia, física e ufologia. As mensagens e sinais recebidos obedecem a ritmos, freqüências fixas e intensidade que revelam sua distância e sua origem.

Desde 1964 vários físicos e rádio-astrônomos, de diversos observatórios ao redor do mundo, têm se encontrado periodicamente em assembléias para discutir este tipo de contato sob todos os ângulos. A partir destes encontros foram estabelecidos critérios rigorosos, que transformados em padrões internacionalmente aceitos, permitem distinguir um sinal hertziano natural de um artificial.

Na Universidade da Flórida, o Dr. Carr e equipe, pesquisaram mensagens originadas do planeta Júpiter durante cinco anos, revelando o comprimento de dezoito mega ciclos de ondas hertzianas, compreendendo períodos definidos de nove horas, cinqüenta e cinco minutos e vinte e oito segundos.

Para analisar o tipo de recepção destes sinais, os cientistas utilizaram critérios internacionalmente aceitos pelos rádio- astrônomos, os quais confirmaram que estes sinais emitidos eram artificiais. Apesar disso, as autoridades governamentais atribuíram oficialmente os sinais captados a tempestades ou a erupções vulcânicas na superfície do planeta estudado, afirmando que seriam ondas naturais. Os argumentos oficiais entraram em choque com as evidências científicas.

Ao longo destes anos, recursos têm sido investidos com o propósito de realizar estudos e pesquisas que possibilitem identificar vida inteligente além da órbita terrestre. Os resultados oficiais muitas vezes encontram-se recobertos de sigilo, de segurança nacional para os países detentores das informações.

Através da comunicação tecnológica os governos terrenos tentaram manter contato com extraterrestres. Evidência disto são os projetos espaciais que chegam a público e as verbas norte-americanas destinadas à construção de bases secretas, cujos equipamentos estão voltados a esta área de pesquisa.

Embora as informações e relatos sejam oficiosos, há indicação de sucesso nos contatos mantidos, inclusive menciona-se acordos firmados com alguns extraterrestres. Tais fatos as autoridades procuram omitir.

Há avanços tecnológicos significativos e notícias de projetos norte-americanos envolvendo know how extraterrestre. Algumas informações chegam a estudiosos da área por espionagem ou através cientistas que desertam de suas funções por questões éticas.

Por outro lado, extra-oficialmente temos acesso a um número cada vez maior de relatos de contatos mantidos com extraterrestres, expostos em revistas, vídeos, documentários, reportagens, livros e palestras ao redor do mundo.

Estas experiências demonstram que o ser humano, mesmo sem empregar aparelhagem sofisticada, tem condições de manter contato consciente com extraterrestres.

Este tipo de contato é denominado de comunicação subjetiva, e poderá ser muito superior à comunicação tecnológica.

O que seria manter contato?

Manter CONTATO é estabelecer algum tipo de INTERAÇÃO entre a CONSCIÊNCIA HUMANA e PLANOS ou DIMENSÕES SUPERIORES às quais o ser humano está POLARIZADO.

Esta idéia pode ser entendida na resposta do escritor Virgil Armstrong quando indagado numa de suas palestras, sobre o que são ETs e ÓVNIS. Ele respondeu o seguinte: “OS ETS E OS ÓVNIS SÃO UM PONTO E UM TEMPO DA CONSCIÊNCIA – DE VOCÊS, MEUS E DOS OUTROS ( OS ETS E OS ÓVNIS)”.

Logo, verifica-se que o nível de consciência é um FATOR DETERMINANTE para que o contato se realize com clareza e precisão.

Neste processo é essencial que a pessoa se mantenha sintonizada em faixas vibracionais que possam acessar esta realidade. Para isso, é necessário que desenvolva MATURIDADE ENERGÉTICA, esteja receptiva, e que procure estar livre de interferências dos campos e níveis psíquicos da Terra (faixas vibracionais ancoradas até a terceira dimensão).

O ambiente propício ao contato é o Cosmos, o Universo. Observa-se que o cosmos emite uma pulsação em seus estratos físicos, que todo o universo manifestado é VIBRAÇÃO.

Albert Einstein provou através da Teoria da Relatividade que MASSA e MATÉRIA são ENERGIA CONDENSADA. Nossos corpos ou quaisquer objetos físicos são feitos de átomos. Os átomos compõem-se de partículas subatômicas e entre estas partículas há o vazio. Tais partículas são ONDAS, e estas ondas são possibilidades de informação, TRANSMITINDO SEU SOM CARACTERÍSTICO.

No universo manifestado, a energia transforma-se em luz e sua passagem pelo espaço cósmico origina o som, que é o coordenador da forma.

E de que maneira poderemos PERCEBER a vibração?

A vibração no UNIVERSO MANIFESTADO pode ser percebida como aroma, cor, som e forma tangível.

No universo manifestado o SOM, a LUZ, o ELETROMAGNETISMO e o PENSAMENTO são fontes para a criação de CAMPOS DE ENERGIA.

Cada uma das manifestações da vibração no plano tangível apresenta uma FREQÜÊNCIA.

Por sua vez, FREQÜÊNCIA é a TAXA à qual um objeto VIBRA.

E é também um modo de medir o SOM.

Cada ser humano tem UMA FREQÜÊNCIA VIBRATÓRIA PECULIAR. Cada um é conhecido e identificado pelo seu SOM individual.

O trabalho da civilização Maia era, entre outros, codificar os harmônicos.

Porque...

“a HARMONIA são múltiplos geométricos criados pela vibração específica de um objeto”(Revista AMALUZ, ano 2000).

OS MÚLTIPLOS GEOMÉTRICOS DA NOTA FUNDAMENTAL DE CADA SER E OBJETO SÃO DE NATUREZA QUÂNTICA.

Para entrar em sintonia com a pulsação do cosmos através do som, vários grupos utilizam mantras, que entoados em um ritmo constante e harmônico, podem levar à conexão com esta freqüência vibratória.

As freqüências vibratórias emitidas pelas pessoas e objetos se modificam quando submetidas a diferentes sons e cores. Este fenômeno demonstra que é possível REALIZAR UM AFINAMENTO VIBRATÓRIO, onde o indivíduo se ajustará para empreender um contato com realidades superiores à sua.

Cada pessoa tem sua nota fundamental, que se desdobra em tons e sobre-tons. Cada um que está aqui RESSOA numa freqüência vibratória, que se modifica a cada situação ou circunstância, e que pode ser trabalhada para se conectar à consciência de extraterrestres.

Nossos estados vibracionais passam por processos de MATURAÇÃO DE ENERGIA, e estes estados serão mais sutis à medida que houver um grau de abertura interior maior e entrega de si mesmo a este processo de MUDANÇA DE FREQÜÊNCIAS.

O silêncio interior, o controle da palavra, a ausência de ambição, o amor impessoal trarão mais harmonia, leia-se aqui, sua freqüência vibratória estará se elevando.

Abrimos um parêntese para uma comparação, que embora rude, nos demonstra claramente que há uma gradação de pureza nas faixas vibracionais. Imaginem as freqüências de rádio AM, FM e os canais especiais. Quanto mais elevadas forem as faixas sintonizadas, mais claro e limpo o som se tornará. Quanto mais baixa for a freqüência, menos nítido será o som e mais suscetível a interferências externas.

O SOM é um poderoso instrumento para AJUSTAR nossa freqüência vibracional, e com isso poderemos acessar patamar vibracional superior, onde o contato será uma CONSEQÜÊNCIA deste novo estado de consciência.

Muitos ETs usam um tipo de LINGUAGEM DE TOM E MELODIA, porém sem palavras. É uma linguagem tonal substancialmente harmônica.

Vários contatos foram mantidos através deste tipo de linguagem, CUJAS MENSAGENS FORAM CAPTADAS E MIMETIZADAS ATRAVÉS DE COMPUTADORES.

Como exemplo da linguagem tonal, muitos autores mencionaram o poder do canto tibetano como sendo capaz até mesmo de movimentar naves espaciais, de criar campos interdimensionais e de comunicar-se com UFOS.

Inclusive vários animais, a exemplo dos golfinhos, emitem um tipo de linguagem melódica, que geralmente está associada ao amor por alguma coisa.

Para que um ser humano possa acessar um patamar vibratório superior ao de terceira dimensão é necessário que esteja em SINTONIA, à semelhança do que fazemos para captar sinais de determinada emissora de rádio ou TV.

Vamos então ao significado da palavra SINTONIA:

“Condição de um circuito cuja freqüência de oscilação é igual à de um outro circuito ou à de um campo oscilante externo”, já outro significado faz referência à harmonia, à reciprocidade, à correspondência com o meio (transcrito do dicionário Aurélio).

Verifica-se ainda que por ressonância vibratória, se escuta o SOM da parte do corpo examinado.

Os ritmos do nosso cérebro são medidos também por impulsos emitidos, através de ciclos por segundos. Isso é freqüência vibratória!

UM CICLO POR SEGUNDO é expresso em HERTZ, que é UMA UNIDADE DE MEDIDA DE FREQÜÊNCIA DE UM FENÔMENO PERIÓDICO IGUAL À FREQÜÊNCIA DE UM EVENTO POR SEGUNDO. Isto foi postulado através do físico alemão Heinrich Hertz (1857/1894).

Desde 1929, o psiquiatra austríaco HANS BERGER, descobriu que o cérebro humano emite ondas elétricas ou IMPULSOS eletromagnéticos.

Atualmente, se sabe que há pelo menos quatro categorias de ritmos cerebrais: beta, alfa, teta e delta. Cada ritmo cerebral corresponde a um nível mental, conseqüentemente a uma atividade corporal específica. O cérebro humano oscila suas freqüências cerebrais do estado de consciência exterior ao interior.

A faixa BETA corresponde aos impulsos de 13 a 28 ciclos por segundo, onde geralmente estão polarizadas as pessoas do ocidente. Neste estado os neurônios estão dispersos e muita energia é gasta. É um estado de confusão, tensões e preocupações.

O nível ALFA, cuja freqüência oscila entre 8 a 12 ciclos por segundo, está relacionado com o nível de tranqüilidade, paz interna e externa. Cada vez que entramos em relaxamento, estamos concentrados, imaginando e criando, estamos funcionando na freqüência alfa.

A faixa TETA corresponde à freqüência de 4 a 7 ciclos por segundo. É a freqüência em que muitos orientais funcionam.

Um dado interessante é que, estando polarizados de 7,5 a 8 Hertz pode se acessar a percepção extra-sensorial (P.E.S.), onde ocorrem as canalizações, ou comunicações com extraterrestres ou ultraterrestres (anjos, arcanjos e hierarquias de luz, seres de grande magnitude divina) de planos acima da terceira dimensão.

Alguns cientistas trabalham na faixa vibracional de acesso à percepção extra-sensorial, quando determinados a usar seus conhecimentos ao bem da humanidade, recebendo do universo “insights” ou inspirações para descobertas e postulados.

Entre as faixas de freqüência vibratória ALFA e TETA, o consciente direito do hemisfério cerebral estará funcionando. E o que é isso?

O nosso consciente esquerdo trabalha com o raciocínio, a lógica e a dedução, ou seja, com a experiência passada, com aquilo que já lhe é conhecido.

O consciente direito, como contraparte abstrata do corpo mental, atua com a energia do eterno presente, que transcende o espaço-tempo, que é multidimensional.

Através da percepção com o consciente direito, estaremos conectados com padrões mais amplos, penetrando no atemporal, no intangível, em realidades superiores.

Como indivíduo, participaremos de uma rede de comunicação interna capaz de receber mensagens e informações de extraterrestres, no processo que se chama canalização. Isto poderá acontecer também em relação a pessoas que se encontram distantes fisicamente, porém conectadas nos níveis internos.

Já a faixa DELTA corresponde à freqüência abaixo de 4 ciclos por segundo e refere-se a um nível de consciência ainda pouco conhecido pela ciência. Por ser chamado de estado de sono profundo, de INCONSCIÊNCIA, e até mesmo em relação ao estado de coma.

Segundo especialistas nesta área, os bebês recém-nascidos vivem nesta freqüência.

EM RESUMO, ASSIM COMO O UNIVERSO MANIFESTADO É VIBRAÇÃO, TODA FORMA QUE HABITA O COSMOS TAMBÉM É.

Tudo é percebido como SOM, inclusive o ser humano. E para que o ser humano possa acessar e manter contato consciente com realidades extraterrestres, deverá AJUSTAR sua freqüência vibratória, de modo que ressoe harmoniosamente com o universo. Esse alinhamento poderá ser efetuado com canto ou da música.

Mirtzi Lima Ribeiro – [email protected]  

Categories: None

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments